Posts Tagged ‘Street Style’

Estilo sobre duas rodas

20/06/2010

As mais divertidas recordações que tenho da minha infância envolvem bicicleta, não tem jeito. Lembro que, aos domingos, reuníamos uma turma de crianças e não sossegavámos até dar umas 500 voltas no quarteirão… Sem falar das chuvas que pegávamos, essas sim eram as voltas mais divertidas.

Lembro que tínhamos roupas especiais para andar de bike e eram as mais confortáveis, lógico – e é sobre isso que falarei hoje. “Que roupa é roupa para andar de bicicleta?

Parece que hoje em dia, tirando os ciclistas, ninguém mais usa roupa especial para pedalar. Ainda mais nos países onde a magrela é usada como meio de transporte, de fato. Quer ver? Prende o capacete, amarra a joelheira e desce a barra aí do canto. RYSOS

(more…)

Anúncios

Garimpar é preciso

08/11/2009

Há alguns posts falei sobre o “barato”, que é o novo básico da moda e, inclusive, dei várias dicas de compras, estão lembrados?

Pois então, aproveitei minha semana de férias da agência para bater perna por São Paulo – já que eu não consegui viajar, por conta das aulas da faculdade – e comprovei que é possível montar visuais bem legais e com pouca grana sim. Nem adianta reclamar, pois só se veste mal quem quer!

Primeira parada: Toco Sol

O Toco Sol é um mega brechó que está localizado na Rua Cardeal Arcoverde, 2098, em Pinheiros – São Paulo. Confesso que, logo que entrei no espaço, levei um grande susto, o lugar tem cara de brechó mesmo… Várias roupas apertadas em araras gigantes, muitas coisas com cara de guardadas mesmo e nada organizado, isso porque tem três ambientes e, diga-se de passagem, todos lotadíssimos de peças masculinas e femininas. Não comprei nada! Não que não tenha gostado, mas pra sair de lá com algo nas mãos eu precisaria passar no mínimo 3 horas garimpando ali – coisa que o calor insuportável não me deixou fazer. Até encontrei algumas camisas xadrez bem bonitas, mas ou ficavam grandes demais ou muito justas, sendo assim, não pude levar nenhuma.

toco

Pessoalmente não é tão organizadinho... fotos: divulgação

Segunda, terceira e quarta parada: Brechozinhos da Cardeal Arcoverde

Próximo ao Toco Sol tem vários outros brechós, eles são bem pequenininhos mesmo, mas muito mais organizados e limpos que o Toco Sol. Entrei só pra sentir o clima e comparar, já eram no mesmo quarteirão… Não avistei nada espetacular em nenhum deles, até há coisinhas legais, mas pouco ou quase nada masculino. Vamos para a próxima parada, por favor!

Quinta parada: Super Cool Market

Finalmente consegui visitar o Super Cool Market, uma espécie de fast fashion consciente. Já falei sobre a loja por aqui, então, dispensarei apresentações desta vez, ok?

Ao contrário dos brechós que visitei antes, o Super Cool Market tem um jeito bem fashion, uma coisa de modernidade mesmo. Sabe quando você pisa num lugar e sente um ar de novidade, de bacana? Foi exatamente isso o que senti! Super organizado e limpo, lá as peças têm cara, etiqueta e cheiro de novas.


Confesso que fiquei decepcionado com a pouca variedade das peças da ala masculina, mas entendi. Os homens movimentam em escala muito menor este tipo de negócio, é compreensível.

Entretanto, a parte feminina é recheada de opções. Alguma mulher aqui já pensou em comprar vestido Colcci por R$60, sandália Melissa por R$40 e vestido Isabela Capeto por R$70 reais? No Super Cool é possível! E, como eu disse: é tudo muito novo.

Para vocês terem ideia, encontrei um par da clássica Yellow Boot, da Timberland, por R$79 reais. Quase comprei, mas, resolvi experimentar e não gostei delas nos meus pés… Além do mais, seria difícil combiná-las. Resolvi não arriscar e perdi a oportunidade de aproveitar o descontão – as Yellow Boots custam mais de R$300 reais.

As famosas botas da Timberland

As famosas botas da Timberland

Além disso tudo, no Super Cool Market tem jaquetas, calças, coletes, blazers, vestidos, blusas, t-shirts, shorts, saias, sapatos, sandálias, tênis, bolsas, óculos… TUDO!

Aliás, há duas semanas, quando escrevi sobre óculos escuros, recebi alguns comentários citando o preço alto do acessório e, por isso, eu prometi dar umas dicas de óculos bons, confiáveis e por um preço justo. Ainda não vou fazer o prometido, mas acabei comprando óculos lindos no Super Cool Market e não poderia deixar de mostrar para vocês. São parecidos com o famoso Ray Ban Wayfarer, mas paguei R$65,90 – um preço amigo, não?

Meus novos óculos

Meus novos óculos

Só para comprovar que é fácil se vestir bem gastando pouco, vejam só o desafio que a Revista Criativa propôs pra Jana Rosa e pra Lívia. As blogueiras antenadas no mundo da moda receberam a tarefa de gastar apenas R$100 e, com isso, montar um visual bem bacana. Onde decidiram ir? Em brechós! Vamos ver quem ganhou a gincana fashion?

Andam por aí assim…

21/09/2009

A cada nova estação, surgem inúmeros elementos nas passarelas. Mas o que realmente dita o que está na moda, no meu ponto de vista, é a RUA. O que se usa na rua, é o que podemos chamar de “tendência”!

Sábado passado fiquei o dia todo fora de casa e notei três elementos que se repetiram absurdamente, são eles: o colete, os shorts jeans e as Havaianas – isso independente do sexo, idade, credo e forma física.

A dupla Havaianas e shorts no verão não é novidade há muito tempo, o que mudou então? Os shorts masculinos encurtaram, como já citei aqui e os homens não têm mais tanto receio de ousarem nos pés. Usam havaianas com calça jeans, com shorts jeans, com shorts de alfaiataria e até com camisa! A produção, bermuda de sarja, camisa clara e chinelo, serve de coringa e salva qualquer churrasco ou reunião na casa dos amigos.

Sem medo, Zac usa Havainas até em Premiere

Sem medo, Zac usa Havaianas até em Premiere

Mais ousado, Jude Law usa Havainas com colete.

Mais ousado, Jude Law usa Havainas com colete sem camiseta.

Outra novidade é a desconstrução da alfaiataria, que também já citei aqui. Vejo muitos elementos de alfaiataria usados de forma nada convencional. Por exemplo, quem diria que os coletes – antes apenas elementos dos ternos masculinos, serviriam de over para as mulheres usarem com salto alto e saia, vestido ou short jeans?

Colete com saia e unkle

Colete com saia e ankle, produção da Revista Época

E, para as mulheres, os shorts continuam firmes e fortes, assim como estiveram no inverno. A diferença é que, para o verão, eles vêm sem meias e com botas.

Aline Quevem, estudante de short Ellus

Aline Quevem, estudante, de short Ellus

Vânia Goy, jornalista, usa Levi's

Vânia Goy, jornalista, usa Levi's

Hit do inverno, os shorts jeans continuarão com tudo no Verão. Izabel Goulart usa Diesel.

Hit do inverno, os shorts jeans continuarão com tudo no Verão. Izabel Goulart usa Diesel.

E aí, alguém ainda duvida do pontencial dos estilos das ruas?

O que é bonito é pra se mostrar?

17/08/2009

Não é de hoje que as novelas lançam moda. Todo mundo aqui deve se lembrar da época das pulseiras da Jade (Giovana Antonelli em “O Clone”), das saias da Darlene (Débora Secco em “Celebridades”) e dos acessórios supercoloridos da Miuk (Dani Suzuki em “Malhação”). E olhem que estes são só alguns exemplos…

Jade, Darlene e Miuk já ditaram moda

Jade, Darlene e Miuk já ditaram moda

Quando a Rede Globo anunciou que a trama de sua nova novela das oito, “Caminho das Índias”, se passaria na Índia, todo mundo apostou que a tendência das ruas logo seria influenciada pelos costumes do país. Não estavam errados, porém, ninguém sequer imaginou que a personagem de Dira Paes, a Norminha, é que roubaria a cena.

norminha

A Norminha é uma mulher fogosa que só. Uma personagem digna das histórias de Nelson Rodrigues, quase “A Dama da Lotação” em carne e osso. Tanta vivacidade tinha que ser representada também no figurino e conseguiram! Norminha não sai de casa sem mostrar alguma parte do sutiã.  Às vezes, a personagem usa a peça íntima da mesma cor da roupa, talvez para não chamar atenção (?), outras vezes, opta pela cor preta, mas não tem medo de ousar!

norminha-discreta

Há algumas semanas, em um ônibus, ouvi algumas senhoras discutindo sobre a moda de Norminha. Lembro que uma delas disse: “Menina, eu vi na TV que mostrar o sutiã esta super chique!”. Por pouco, eu não ri alto.

discreta

Mostrar o sutiã está longe de ser chique. Pra mim, é barro! Tá bom, é só uma opinião. Por isso, vamos aos fatos:
Consultores dizem que o sutiã pode até ficar à mostra, mas só um pedacinho, nada demais! Mostrar somente a alça é até legal. Mas, lembrem-se, não é nada elegante! Por isso, se quiserem seguir esta ‘moda’, usem apenas em ambientes descontraídos, ok?

Ok! Assim a gente aprova, viu Mari Ximenes?

Ok! Assim a gente aprova, viu Mari Ximenes?

Semana passada, encontrei uma mulher caminhando pelas ruas de SP com o sutiã quase inteiro pra fora da blusa. Acho vulgar! Não adianta, eu não concordo com o ditado popular que diz: “o que é bonito é pra se mostrar”.

Norminha

E vocês, o que acham da moda da Norminha?

Marcos P.

Fones, pra que vos quero!

27/07/2009

Não há nada mais desagradável do que entrar em um ônibus ou metrô e se deparar com alguém ouvindo música alta. O pior dessas ocasiões é que, na maioria das vezes, essas pessoas não têm lá um gosto musical muito bacana, além de não terem um pingo de respeito e educação, claro!

Bem, a boa notícia é que uma nova tendência anda a favor dos nossos ouvidos e promete acabar com esses inconvenientes.

Há tempos que os amantes e profissionais da música desfilam por aí com grandes headphones nos ouvidos, o que mudou agora é que todo mundo resolveu aderir essa moda. É isso mesmo, aqueles fones gigantes estão invadindo as ruas e prometem transformarem-se em acessórios.

Fones coloridos da Wesc

Fones coloridos da Wesc

Cada vez mais coloridos e divertidos, os fones podem complementar um look e fugir um pouco de sua função principal, que é proporcionar uma audição privada.
Fones de ouvido de madeira, criados por David Burel e Parra.

Fones de ouvido de madeira, criados por David Burel e Parra.

Busquei mais informações a respeito dessa nova “mania” e descobri que os jovens lá de fora já aprovaram essa moda e rola até disputa para ver quem é o dono do maior e mais estiloso fone de ouvido. É, parece que a coisa vai pegar…

Headphones disponíveis para venda no Karmaloop, respectivamente, $89,85 e $50 dólares.

Headphones disponíveis para venda no Karmaloop, respectivamente, $89,85 e $50 dólares.

O problema é que quem quer investir nesses acessórios terá que desembolsar uma boa grana ou precisará de tempo e força de vontade pra bater perna na Rua 25 de março ou na Santa Efigênia, em São Paulo (alguns camelôs de lá têm uns fones que até enganam!).

Headphone da marca Fancong, encontrado no centro de São Paulo por cerca de R$30 reais.
Headphone da marca Fancong, encontrado no centro de São Paulo por cerca de R$30 reais.

E aí, será que agora nossos ouvidos terão paz?

Marcos Paulo

Apresentação: Marcos

26/07/2009


Marcos

Upload feito originalmente por Da-Nossa-Janela

Este sou eu, Marcos Paulo, estudante de Relações Públicas e assistente de Comunicação Dirigida de uma agência de Relações Públicas.

Paulistano, taurino com ascendente em gêmeos, teimoso, ciumento, apaixonado por música boa e um dos autores do Da Nossa Janela.

Aqui escreverei às segundas-feiras e falarei sobre tudo, mas procurarei me nortear por assuntos relacionados a estilos urbanos, Street Style.

Gosto de conhecer tudo o que há de mais novo e brincar de tentar prever o que virá. Adoro escrever, ler e ver bons filmes!

Prazer, sejam bem-vindos ao Da Nossa Janela.