Cobertas para o mundo

by

Pessoal, o final de semana foi muito corrido e não consegui postar nada nem no sábado e nem no domingo, mas o Pablito, que também está numa correria doida, permitiu que eu postasse meu texto hoje, no dia dele. Obrigada, viu?

Bom, resolvi voltar a um assunto que comentei por aqui algumas semanas atrás, mas que está incomodando não só a mim, mas uma nação inteira … Ultimamente aqui em UK, um tema bem polemico anda sendo constantemente debatido entre a sociedade, em programas de TV e jornais. A discussão já é antiga na França, mas só agora começou a causar um certo desconforto entre o cidadão inglês e principalmente entre o Londrino. Há 10 anos, a França discute a obrigatoriedade da mulher muçulmana usar a buka e o lenço que cobre a cabeça e esconde o cabelo. Para a ala feminista, que é uma fatia considerável na  França, a burka vai contra os princípios de liberdade de expressão e direitos humanos da mulher. Isso porque a burka serve para esconder a beleza das mulheres e não dar nenhuma oportunidade delas serem olhadas e desejadas por homens alheios, o que soa meio como submissão ao marido. Lá a discussão já está virando lei.

Aqui em Londres o assunto é polêmico, pois existem muitas muçulmanas que andam completamente  cobertas de preto e cobrem todo o rosto, deixando aparecer apenas os olhos. Devo confessar que dá uma aflição e eu sei lá porque, eu fico irritada toda vez que vejo uma perto de mim e aqui tem muitas! Mas quanto a cobrir o cabelo, eu até entendo, pois isso tem um significado cultural e religioso muito importante para elas. Conheci uma menina na escola que ela se vestia normalmente, mas não abria mão do lenço na cabeça e ela jurava que não se sentia forçada em usar o lenço e que isso não era uma imposição da família, do pai ou da igreja, mas um costume da religião dela que ela acreditava e gostava de respeitar. Daí comecei a pensar se a proibição do uso do lenço e até da burka não seria uma agressão cultural a essas mulheres, deixando a religião de lado, já que todas as matérias de revista e jornal que eu li sobre o assunto, as mulheres falavam que gostavam de usar e que isso não era imposição dos maridos, mas sim parte da cultura delas. Mas a implicancia com a burka, que cobre o rosto da mulher é uma questão de segurança nacional, defendem os políticos que querem implementar a lei. Você imagina nos aeroportos e bancos… Qualquer um pode virar assaltante ou terrorista  disfarçado de burka e ao fugir, voltar a andar normalmente pela rua, pois milhões de mulheres anda assim o tempo todo por aqui.

E você o que acha?

Respeitar a cultura ou as pessoas devem se adaptar ao país em que estão morando? Eu particularmente me sinto mal toda vez que vejo uma mulher que cobre até o rosto e só deixa os olhos aparecendo.Eu não consigo acreditar que isso não seja submissão ou lavagem cerebral. É estranhíssimo e eu não consigo nem olhar. Viro o rosto e evito ficar do lado. Eu fico irritada, mas pode ser parte da minha ignorância de não aceitar o diferente. Mas quanto ao  lenço na cabeça, eu respeito. Até as faculdades estão querendo banir o seu uso e eu não sei se concordo com isso.

Mas enfim, você acha muita invasão de privacidade um país ditar o que você pode e o que não pode usar, sem considerar a sua cultura?

Eu particularmente apoio a proibição da burka, pois quem não tem rosto ou não pode nem mostrá-lo, não tem identidade. A mulher tem que ter identidade sim. Quanto ao lenço na cabeça, acho que isso já pode ser mais maleável…

Anúncios

Uma resposta to “Cobertas para o mundo”

  1. Johanna Says:

    Ah Cassinha… é um assunto bem polêmico, mais eu acho que elas usam realmente porque querem… principalmente se já estão em um país “liberal” poderiam extinguir se quisessem mas continuam por respeito as tradições, elas não se incomodam. Nós que nos incomodamos por achar diferente…
    Tem outras coisas que as culturas tem que podem incomodar outras mas as pessoas respeitam… o que dizer das roupas dos judeus ortodoxos? Os japoneses que se vestem como figurinhas de desenho animado, a saia dos homens escoceses, do fio dental brasileiro?
    Se elas gostam acho que deviamos deixa-las usar, e “libertar” apenas as que queiram… essa é a minha opinião.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: