Posts Tagged ‘smirnoff’

Eu estive LÁ!

04/10/2009

Dia 30 de setembro de 2009 tinha tudo para ser apenas mais uma quarta-feira de trabalho e faculdade para mim. Mas, não foi… eu estive LÁ!

Dizem que a gente só sabe que esteve LÁ após não estar mais e, dizem também que o LÁ é único, memorável e naquele momento, a gente não gostaria de estar em nenhum outro lugar, a não ser LÁ. Eu assino embaixo, isso tudo é verdade!

Eu tive o grande prazer de assistir a 3ª vinda da banda escocesa Franz Ferdinand ao Brasil e foi diferente de todos os lugares por onde eu já estivera antes. A começar pelo espaço do show, nada se parecia com as tradicionais casas de shows ou estádios superlotados. O evento tinha o clima de balada com os amigos e os meninos da banda nada mais pareciam do que os caras legais da turma que resolveram subir no palco para fazer uma farrinha – era tudo muito intimista! Exclusivo, podemos dizer. Havia uma sinergia tão bacana entre os presentes que, realmente, parecia que a banda estava tocando só pra amigos.

foto: divulgação

foto: divulgação

A festa – é assim que chamarei o show de agora em diante, marcada para às 22h30, começou com pouco menos de 10 minutos de atraso. Pontualidade britânica, não? Alex Kapranos, o vocalista do grupo, simpático como sempre, arriscou algumas palavras em português e arrancou gargalhadas quando disse: “Fudido!”.

Um show só para amigos - foto: divulgação

Um show só para amigos - foto: divulgação

foto: divulgação

foto: divulgação

A festa seguiu um ritmo acelerado durante mais de uma hora, foram todos os sucessos, tais como: “Take Me Out”, “The Dark of the Matinée”, “Do You Want To”, “Walk Away”, “Ulysses” e “This Fire”. E, então, as luzes se apagaram e a banda sumiu do palco. O show poderia ter acabado ali, já teria valido muito a pena para um “pocket show”, mas não… foi muito melhor! Os garotos de Glasgow voltaram para o “bis” e embalaram mais umas 6 ou 7 músicas. Todo mundo cantava em coro, arrisco a dizer que tudo ali tinha cara de Flash Mob. O show foi encerrado com “Lucid Dreams”, que emendou uma balada e transformou a festa em pista de dança. Ninguém se importava com o que os outros poderiam pensar, ninguém lembrava do amanhã, do depois e, muito menos, do antes. A gente só queria curtir o momento mais “Be There” de nossas vidas – momento este que durou cerca de duas horas!

Estavámos bem próximo do palco

Estavámos bem próximo do palco

E foi graças à Smirnoff, patrocinadora do evento, que nós conseguimos chegar LÁ. Valeu Smirnoff, valeu Franz Ferdinand – vos aguardamos para a turnê de 2010.

Animadíssimos e suados ;)

Animadíssimos e suados ;)

Estavámos próximos do palco, tanto que fiz vários videozinhos de menos de um minuto. Abaixo, o vídeo que mais gostei de todos os que fiz.

Ps.: Na quinta-feira cheguei em casa às 03h, acordei às 06h para ir trabalhar e até hoje estou em estado de êxtase. Valeu à pena… Eu estive LÁ!

Sobre a turnê de 2010
Os fãs que ficaram de fora da apresentação que o Franz Ferdinand fez nesta semana em São Paulo terão a chance de ver a banda em 2010. A banda volta ao Brasil para tocar em Porto Alegre (18/3, Pepsi On Stage), Rio de Janeiro (19/3, Fundição Progresso), Brasília (21/3, sem local definido) e São Paulo (23/3, Via Funchal). A venda de entradas começa no próximo dia 19.

A gente não quer só comida… quer diversão, bebida e FESTAS!

27/09/2009

Todo mundo adora fazer festa! Balada, churrasco com amigos, festa de despedida, festa de aniversário, réveillon, luau, festa de boas-vindas, festa junina, festa de casamento, carnaval, Natal… Enfim, qualquer coisa! O fato é que todo brasileiro adora um bom motivo para comemorar – às vezes, o motivo nem é tão bom assim e, em muitas vezes, nem há motivo; mas isso é o que menos importa, pois o que vale mesmo é o prazer de reunir os amigos, se divertir bastante e depois lembrar com prazer.

Pensando nestas ocasiões, a Smirnoff reuniu um time de peso para nos ensinar passo a passo como transformar uma festinha ordinária em uma ocasião memorável.

O time escalado para escrever no site da Smirnoff conta com a jornalista e escritora Chris Campos, autora do livro “Almanaque Prático das Festas Instantâneas” e do blog “Casa da Chris”, o mixologista Herbie, da Drink Design, o arquiteto e cenógrafo Luciano Araújo, da Ovo Design, e o músico Ricardo Athayde, residente do bar Secreto e integrante da banda Stop Play Moon – que a gente adora!

Churrasco
Se quando escuta falar em churrasco você quase chora só de imaginar aquela gente toda se fartando de beber naquele calor insuportável com aquela música que nem sempre nos agrada e, no final da festa (?), já imagina todo mundo caindo de roupa e tudo na piscina. Está na hora de reformular o seu conceito de churrasco, meu amigo. É… Nós podemos fugir do jeito clássico de fazer churrasco e, para isso, basta buscar alternativas originais, como, por exemplo, trazer o famoso churrasquinho grego para casa, isso mesmo, é só contratar uma pessoa para o serviço.  Nesse caso, os aperitivos devem seguir também o tema grego, bem como a decoração, que vem com tudo clean, como uma viagem ao Mediterrâneo, com redes para descanso e flâmulas brancas para que o espaço entre ainda mais no clima.

Esqueça os churrascos tradicionais

Esqueça os churrascos tradicionais

O churrasco passa a ser então uma opção sofisticada e ao mesmo tempo divertida. Muito diferente do churrasco tradicional e nada parecido com o churrasco grego que vemos nas ruas, hein?! O ponto alto desse evento – que completa a atmosfera grega e facilita a limpeza da louça – pode ser a cerimônia da quebra dos pratos no final. Já imaginou a loucura? Eu acho que ia gostar ainda mais desta parte!

Os drinques devem seguir receitas simples, para serem feitos em grande quantidade e servidos em jarras. Para alegrar o ambiente, nada de tocar pagode, a dica é optar por uma trilha que remeta ao tema, o Karaokê também é uma boa idéia.

Aniversário
Para comemorar mais um ano de vida, a sugestão é que as pessoas entreguem-se sem medo às festas temáticas, que não significam necessariamente à fantasia, como pensa a maioria.

“Maria Antonieta recebe…” é uma excelente opção para as mulheres. Com mesas de doces, decoração com flores, elementos que remetam à monarquia e ao requinte dos palácios.

Maria Antonieta recebe...

Maria Antonieta recebe...

Para os homens, existem opções como “New Orleans”, com referências ao jazz, ou “Atari”, com telões que reproduzam os jogos pelo espaço e alguns videogames para serem jogados.

Para receber os convidados os drinques de boas-vindas podem ser servidos em pequenos copinhos ou em tubos de ensaio colocados em um balde de gelo.

Se opção escolhida foi “Maria Antonieta recebe…”, a dica é fazer caipirinhas tradicionais, mas, na hora de adoçar, acrescentar um algodão-doce inteiro no copo! Já imaginou que divertido? Além de deixar o drinque lindo, ele remete aos volumosos cabelos imperiais. Esse eu quero provar!

Caipirinha com algodão-doce, já pensou nisso?

Caipirinha com algodão-doce, já pensou nisso?

Open House
Que tal colocar os seus amigos para ajudar na decoração da sua nova casa? É exatamente essa a idéia: fazer com que os convidados participem ativamente da decoração ou ainda promover um pequeno ritual de boa sorte.

Se você gosta de grafite e arte de rua, vale convidar um profissional para grafitar um espaço da casa ao vivo durante a comemoração ou pedir para os amigos colarem cartazes lambe-lambe nas paredes. Recados dos convidados também são uma maneira simpática de estrear uma nova casa. Claro, tudo com muito cuidado para estragar o novo espaço!

Grafitar uma parede é uma excelente ideia para os amantes da arte urbana

Grafitar uma parede é uma excelente ideia para os amantes da arte urbana

Se você gosta de misticismo, colocar bilhetinhos de boa sorte em uma árvore posicionada no meio da sala ou encher a porta de entrada com flores, como fazem os japoneses, são formas legais e criativas de atrair bons fluidos. Sanduichinhos em papel de origami, bem-casados e biscoitos da sorte podem ser distribuídos na saída.

Para decorar, bexigas brancas de gás hélio no teto da casa, amarradas com fitinhas do senhor do Bonfim, são ótimas opções para completar os espaços vazios. Os drinques devem evocar boa sorte, com ingredientes como pimenta, romã, uva verde e etc. As frutas devem estar cortadas e disponíveis para que cada um dos convidados faça sua própria combinação. É interessante também pedir para que cada um leve um ingrediente surpresa para acrescentar à sua bebida, sem revelar antes no que ele será utilizado; o resultado pode ser bem surpreendente e divertido.

Luau
Já imaginou fazer um luau dentro da sua própria casa? A idéia é extraordinária!

Basta reproduzir a lua com um telão ou projetor dentro de casa, a fogueira pode ser adaptada com algumas lanternas acesas. Star fix – aquelas estrelinhas que brilham no escuro, podem ser coladas no teto, dando a impressão de uma linda noite estrelada. A decoração vem com muita palha, cangas espalhadas nos móveis e velas, se possível dentro de cocos abertos. Vários Ipods plugados ao mesmo tempo arrematam a atmosfera. Um deles reproduz o som do mar, os outros se revezam entre trilhas havaianas e músicas do Elvis. Um amigo para tocar violão também é muito bem-vindo. Para beber, drinques à base de frutas tropicais ou água-de-coco.

coco

Despedida
Um amigo está indo morar em outro país por tempo indeterminado? Nada de chororô e festinhas clichês. Para fazer uma despedida inesquecível, a proposta é realizá-la em trânsito – isso mesmo, no percurso entre a casa da pessoa que vai viajar e o aeroporto, basta adaptar a ideia para o número de convidados. O ônibus, ou van, pode ser decorado com fotos e lembranças que remetam aos que ficam e mensagens de boa viagem para quem vai. Entre uma música e outra, um ruído de check in ou chamada de aeroporto vai fazer com que todos entrem ainda mais no clima. Uma trilha sonora com músicas de referência ao local para onde vai o viajante também é uma boa opção. Para beber, copinhos fechados com canudinho ou drinques de gelatina com vodca para evitar sujeira e problemas no transporte. A festa ainda pode continuar até o momento do embarque.

Festa
Uma dica de festa diferente é fazer uma comemoração em completo black out. Cada um dos convidados leva de casa uma lanterna, adereços luminosos, roupas fosforescentes, lâmpadas diferentes e etc… Dá pra aproveitar que o fluo tá em alta nesse verão e apostar nele na hora de se vestir, hein?

Para maior integração, todos têm direito a ser DJ por 10 minutos – isso é demais! Já pensou, você tocando as melhores músicas de seu IPod? Levar um vinil de casa também pode ser uma opção, caso o anfitrião seja um DJ, ou existam recursos para alugar a aparelhagem necessária. Os drinques para essa festa seguem o tema com cores fluorescentes ou decoração com adereços que brilhem no escuro. Ao chegar, um back drop e uma câmera fotográfica esperam por todos na porta, assim cada um pode se sentir como uma verdadeira celebridade; a foto pode ser enviada como uma recordação da festa no dia seguinte.

djj

Eu, particularmente, adorei todas as dicas e acho impossível apontar a minha preferida, por isso, quero ser convidado para as festas de cada um de vocês, ok? Haha

Não é difícil tornar uma ocasião comum em algo inesquecível e o bom é que toda essa equipe escreverá sugestões como estas no site Smirnoff, vale a pena conferir! Eu não vou deixar de acompanhar!