Archive for julho \06\-03:00 2010

Os Medos e Delírios de Cada Dia

06/07/2010

Seguindo a sugestão da querida Dri, minha companheira de blog, vou dar continuidade aqui a uma frase que coloquei no meu facebook no domingo!

Após um almoço bem gostoso com pessoas que me fizeram sentir bem escrevi: Gosto de ouvir histórias como as que ouvi hoje: que me provam que na vida não há simples coincidências e o melhor é se entregar e se deixar levar…

Pois bem. Vocês podem me dizer: tenha a paciência Shirlei Marina e eu respondo; ora essa tenham paciência vocês!

Gente, quanto mais eu me desespero porque às vezes as coisas não acontecem como eu gostaria, mais eu descubro que as coisas simplesmente acontecem quando tem que acontecer e ponto. E tudo que você faz de positivo tem um reflexo depois, por isso a melhor frase que ouvi hoje (aliás dia que vou na terapia dizer lá todas as minhas loucuras) foi: tem que ter fé na vida!

Quer frase melhor? O negócio é confiar no seu taco e ter a certeza de que de um jeito ou de outro as coisas acontecem… e não tem essa de dar certo ou dar errado. Nada precisa ser tão linear ou exato como 2+2, porque a vida não é assim matemática, então pra que esquentar tantooo a cabeça hein!??

Tudo bem vai, sei que isso aqui tá muito mais pra papo de botequim do que qualquer outra coisa, mas vamos filosofar um pouco: a real é que seja aqui ou em qualquer outro lugar do mundo e desde muito tempo antes de Cristo, nós humanos não evoluimos tanto assim e temos as mesmas aflições, conflitos e anseios.

Bom espero que esse texto que parece muito mais pessoal e subjetivo do que qualquer outra coisa, também tenha uma serventia para vocês queridos leitores! Afinal, imagino que quem me lê também tenha seus delírios e às vezes até sofra nessa grande aventura que é viver!

Cuidem do coração rs e bom dia!

beijos,

Shirlei Marina

O dia em que encontraram uma agulha num palheiro

04/07/2010

Sou eu de novo, emplena madrugada de domingo para segunda. Atrasada de novo. Se tem algo que ainda preciso aprender com os britânicos é a famosa pontualidade… No excuses, I know…

No Brasil são quase 10h30 e aqui já são quase 2h30… Mas vamos lá, porque tem muita coisa que quero contar para vocês.

Quinta-feira teve o dia do Canadá, na Trafalgar Square. Fui com minhas amigas e assitimos um show bacana. A praça estava lotada! De lá fomos andar às margens do rio Tâmisa e ver a London Eye e o Parlamento iluminados. A vista é tão bonita e como é verão, o dia só começa a virar noite às 10h da noite e por isso perdmeos a noçaõ do tempo. Um monte de gente andando na rua, uma brisa fresquinha e gostosa de verão fazia todo mundo querer ficar até mais tarde na rua. Nesse meio tempo, falei com meus pais via Skype (e como é bom falar com nossos pais, né?) e na hora de colocar o celular na bolsa e voltar pro banco em que estavamos sentadas para conversar, deixei, sem perceber, meu celular cair embaixo do banco. Eu só percebi umas 3 horas depois, quase 2 horas da madrugada, qaundo esperava o ônibus para casa. Nessa noite ainda passamos pela a London Eye, pelo parquinho que tem alí do lado e ainda paramos num supermercado Tesco para comprar sushi e comer sentada na calçada, à 1h da manhã.

Com todo esse trajeto maluco, seria impossível voltar e tentar achar onde eu tinha deixado o celular cair… Senti uma dor de barriga só de pensar em quem poderia encontrá-lo, pois ele tinha alguma fotos minhas e mesmo não tendo nada de valor e sendo o celular mais barato da operadora 3, só porque o aparelho vem com o Skype, senti uma sensação estranha, mas desisti dele logo que entrei no ônibus. Na manhã seguinte, pedi para as minhas amigas tentarem ligar no celular, para ver se alguem atendia e al invés da pessoa atender, quem achou o celular e o ouviu tocando às 5h da manhã embaixo do banco, ligou para uma das minhas amigas e passou um endereço para eu ir buscar com ela. Minha amiga me escreveu no Facebook e fui lá depois do trabalho na loja. Perdi aula para ir lá buscar. Mas a mulher não estava lá, pois eu precisa de um nome e ela nao falou para minha amiga, pois fui parar numa agencia de publicidade bacanérrima, onde passam todos os dias cerca de 3.000 pessoas… Dai desisti de pegar o celular de volta e fui para casa almoçar e depois assitir o jogo. Nesse meio tempo passei numa loja e comprei um novo aparelho e fui para o pub ver o jogo do Brasil. Nisso minha amiga me escreveu dizendo que o nome da moça era Dianne e que eu tinha que estar lá de novo às 6h da tarde.Lá fui eu, triste com o resultado do Brasil, mas esperançosa de pegar pelo menos o meu numero de volta, já que o aparelhoá j tinha comprado um novo. Cheguei lá e meu celular estava lá intácto, com bateria e ainda com créditos… Realmente eu fui muito sortuda em encontrá-lo… :)

***

Sábado teve a Parada Gay aqui in Londres. Bem fraquinha e sem muita divulgação. Eu acabei não vendo, mas me disseram que tem uma ala da parada que são só de policiais, do exército mesmo. Achei isso uma coisa tão desprovida de preconceitos e de tanta coragem.

***

Gente e a Argentina que perdeu… Aqui em Londres foi uma festa absurda dos brasileiros. Foi muito engraçado!

***

Já já o dia raia por aqui. Tenho que ir, pois os ol já está raindo na madrugada.

Beijos e tenham uma boa semana…

Material Girl

04/07/2010

Não, eu não vou falar da música da Madonna. Material Girl é o nome de uma nova linha de produtos das lojas Macy’s, nos EUA, assinada por ninguém mais, ninguém menos que a loira mais famosa do mundo, a própria Madonna e sua filha, Lourdes Maria.

As peças chegam às lojas só no comecinho de agosto, mas para a sorte dos mais curiosos, algumas fotos já foram divulgadas. Vamos matar a curiosidade?

Como Madonna já havia avisado, a coleção tem muito mais da Lourdes Maria, 13 anos, do que dela. E é verdade!

Lourdes gosta de moda, tá sempre antenada e tem agradado cada vez mais.

Lourdes Maria, uma it-girl?

Fotos do FFW.

Brasil!

02/07/2010

Galera, hoje não consigo pensar em mais nada …..só no jogo!

Concentro todas as minhas energias na torcida pela vitória do Brasil e tenho certeza que vocês também!

Bom jogo e até!!!

bj

Maine