Vida Dupla

by

Duas casas, três cachorros (divididos por casa também; duas numa e a poodle noutra), e um carro cheio de roupas e malas. Há quase um mês minha vida é assim.

Explico: meus pais se separaram. Ok, não há nenhum drama nisso porque já era esperado e fico feliz de ver que apesar dos pesares, os dois estão bem, cada um tocando a sua vida. Bom, mas e a minha vida? Como me disse minha mãe hoje cedo, depois de eu perguntar se ela se importava de eu escrever sobre isso no blog, a minha vida está “um tumulto”.

Não é que seja um verdadeiro problema ter duas casas, mas é que definitivamente me falta o meu espaço. O que eu já pensava antes ficou ainda mais evidente: que eu preciso e logo ir morar sozinha. Vai ser um passo daqueles, mas que também estou certa que me fará um bem danado.

Hoje já me vejo cuidando da casa antiga sem minha mãe; fico preocupada com as minhas cachorras maiores, tenho que pensar na limpeza da casa, pagar empregada, enfim até pareço um pouco dona de casa rs. Parece que toda essa situação é uma espécie de treino pra mim e pros meus pais. Eu já vou aprendendo algumas coisas relacionadas à cuidar da casa e eles vão se desapegando um pouco, porque já já eu também vou seguir o meu caminho.

Um bom dia a todos!

Shirlei Marina

9 Respostas to “Vida Dupla”

  1. Marcos Says:

    bom dia, shi!! :)

    é, passar por uma separação, por menos dolorosa que seja, é sempre muito… trabalhoso. meus pais se separaram quando eu tinha 3 anos, embora muito pequeno, lembre de todo o drama que passei. foi muito mais difícil, afinal, eu nao entendia nada. fiquei doente, chorava dia e noite e blá blá blá. hoje superei!

    e, realmente, chega uma hora em que todos sentem falta de um canto pra chamar de seu. eu morro de vontade de morar sozinho, mas, hoje, como assistente de comunicação e como universitário, nao é possível! enquanto isso, eu sigo fazendo planos. hehe

    boa sorte na sua nova fase.

    um beijo

    • Shirlei Marina Says:

      Muito obrigada Pablito, querido. realmente não é das situações mais simples. lá em casa não houve um grande drama, mas realmente a família se desmembra e eu agora às vezes me sinto meio sem lugar… procurando o meu. mas tudo isso vai passar e tenho certeza que tb está sendo um grande aprendizado pra mim! beijo grande.

  2. Linene Says:

    Meu Deus, que loucura é a vida, não?! Quando a gente acredita que tudo está pra lá de tranquilo, vem uma avalanche e leva tudo no maior embolo pra baixo. Aliás, a vida é assim: altos e baixos. E acreditem, tudo tem o lado bom. O bom do alto é que tudo é show de bola e você só curte e o bom do baixo é que você amadurece pra curtir muito mais o alto que está por vir.
    Boa sorte na nova empreitada!!

    • Shirlei Marina Says:

      ah vc tem toda a razão Linoca. agora estou nessa fase de amadurecimento, tomara… como vc disse pra aproveitar tudo de melhor que vir daqui pra frente. realmente tá sendo uma avalanche que tá varrendo muitas coisas na minha vida. espero muitas mudanças depois de tudo isso. brigada amiga. beijo grande!

  3. Fransquim Says:

    Olá, Shirlei!

    Força minha amiga, isso eu sei que tens. Sabes, nada é tão ruim quanto parece. Em cada situação/problema há sempre um lado positivo. Isso é o que tem que se descobrir. A separação dos meus pais foi mais dolorosa, pois ele faleceu acidentalmente quando eu tinha três meses de idade. Mas, como dizem tudo na vida passa e a vida continua.
    Doi, porque o primeiro sentimento é de perda, de fracasso, de incompetência, de fato isso houve por parte de algum. Mas, não somos infalíveis e é esse sentimento que nos fortalecem. Quando ocorre um rompimento ambos tiverem culpa. Ás vezes, a falta de reconhecimento que o outro tanto esperou tê-lo. Às o sentimento de ser amado, e tantos outros… O mais impressionante é que às vezes uma pequena bobagem é que dar a impressão que levou a isso. Mas normalmente isso é só a ponta do iceberg.
    Mas, como dizem devemos apreciar as pequenas coisas, aos detalhes. Dizem que Deus está nos detalhes.

    bjos,
    Fransquim

  4. Shirlei Marina Says:

    Obrigada pelo carinho Fransquim. Você é um grande amigo, de verdade! E encontrar pessoas assim, que se importam com a gente mesmo é muito difícil. Que bom que eu pude um dia ir pra Itapipoca te conhecer… espero voltar pra que possamos nos rever e como você disse apreciar as pequenas coisas, os detalhes, que são o melhor da vida! beijo grande.

  5. Fransquim Says:

    Seria muito legal! Quem sabe…

    bjos

  6. cassiacy Says:

    Forcinha, pois fácil não é mas, como vc disse, tudo na vida traz algo de bom no final.
    bjinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: